Engarrafando o Hidromel

314

Superada a fermentação, que talvez seja o passo mais complicado e incerto para os iniciantes na produção do Hidromel em casa, deixamos a bebida maturar e fizemos as trásfegas para a clarificação, removendo o máximo de partículas indesejadas, resto da etapa de fermentação. Agora, com os passos anteriores concluídos, chegou a hora de engarrafar o nosso fermentado de mel para mais uma maturação, desta vez já na garrafa.

Sanitizar, sempre!

O que mais leio e escuto de qualquer produtor caseiro é: “SANITIZAR”. Em uma planta não industrial estamos suscetíveis a toda a sorte de micróbios e partículos que podem trazer sabores e aromas péssimos para nosso hidromel. Então é muito importante ser extremamente rigoroso com a sanitização.

Antes de mais nada, lave todas as garrafas com água e sabão, inclusive dentro, para remover qualquer tipo de coisa encrustada no interior delas, enxaguando muito bem ao final. Depois, com o produto sanitizador de sua escolha (eu uso o Kalyclean S390 – Iodofor) limpe novamente as garrafas, deixando elas de molho por alguns minutos nesta solução.

Depois de limpas deve-se escorrer toda a solução que eventualmente fique dentro das garrafas e idealmente evitar que o interior delas fique em contato com o ar circulante. Usei pedacinhos de papel alumínio para isso.

Enchendo e fechando as garrafas

Da mesma forma que fizemos as trásfegas (eu usei uma mangueira conectada na torneirinha do meu balde fermentador) vamos encher as garrafas. É muito simples, abre a torneira, enche e passa pra próxima. É um trabalho chato, demais! Mas a recompensa a seguir é preciosa. 🙂

Algumas pessoas usam alguns equipamentos para facilitar o trabalho, que podem ser encontrados em lojas especializadas, na internet ou na sua cidade.

Quando o hidromel do balde estiver terminando, deve-se tomar cuidado para não agitar o líquido e liberar muitas partículas no restante do seu líquido. Abaixo você vê uma foto da besteira que eu fiz de mexer um pouco no meu balde. Não façam o mesmo, por favor!

particulas em suspensao

Depois de cheias, basta fechar com rolhas ou tampinhas, depende da garrafa que você escolheu usar. No meu caso eu guardei garrafas pequenas de cerveja e comprei algumas tampinhas amarelas, pra combinar com o mel. E ainda escrevi minha “marca” e a data do envase nelas. Quero guardar uma garrafinha para tomar daqui a uns 10 anos!

hidromel engarrafado

Join the Conversation

  1. Felipe Carim says:

    Amigo, boa Noite.

    Estava lendo um pouco sobre as trásfegas e afins. Deixe-me lhe perguntar, a perda de Material é muito grande entra estas? Quero experimentar produzir em uma quantidade menor e tenho medo de, no fim, acabar com menos de 1/3 do volume inicial.

    1. diegodacal Author says:

      Oi, Felipe. A perda das trásfegas depende muito do que você espera de clarificação e também das suas skills em não mexer muito o envase para não levantar tudo o que decantou. Então, eu acho que você precisa testar e aprimorar a sua técnica com o tempo. No início vai começar perdendo mais, mas com o tempo você aprende a perder menos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Close
Your custom text © Copyright 2021. All rights reserved.
Close